Man after man by Satprem

O Homem Após o Homem (Portuguese)

O Homem Após o Homem

Entrevista de Satprem sobre a evolução da humanidade.


Book Details

Author: Satprem
Print Length: 19
Original source: https://www.auro-ebooks.com/man-after-man/
Submitted by: Diego Jorge Azevêdo de Mello
Book format: Pdf
Language: Portuguese (Português Brasileiro)


Book Download


Contents

  • Nota da Edição Digital em Inglês
  • Nota da Edição Digital em Português
  • Prefácio
  • Capítulo Um. O que resta?
  • Capítulo Dois. Auroville
  • Capítulo Três. A Agenda da Mãe
  • Capítulo Quatro. De volta às Montanhas Azuis

Sample

O Homem Após o Homem

Cem anos após a morte de Charles Darwin, o tema atual é evolução. Nós sabemos, ou pensamos que sabemos, como as espécies evoluíram e como o homem nasceu. Sim, mas depois disto…?
“O homem não é o cume do processo evolucionário” disse alguém no começo dessa era de mutação. “A evolução continua e o homem será ultrapassado”. Aquele que lançou essa pedra no lago do hábito humano se chama Sri Aurobindo e viveu na Índia. E é na Índia onde viveu aquela que continuou, não o pensamento evolucionário, mas a ação evolucionária de Sri Aurobindo. Ele a chamou de Mãe.
Ela nasceu em Paris em 1878. Seu corpo foi enterrado em Pondicherry em 1973. Então fomos aos Nilgiris, as montanhas azuis do Sul da Índia para entrevistar um escritor francês, um buscador, a quem a Mãe chamou de Satprem e que foi testemunha de seu trabalho evolucionário por quase 20 anos.
Haverá alguma coisa a mais depois desse homem doloroso e insensato que somos? Ou temos que nos resignar à catástrofe e extinção da espécie humana? O homem atual talvez já tenha alcançado seu fim. Sim, mas e depois…? A resposta não será encontrada em nenhuma sabedoria, revelação ou profecia. Ela está oculta, Satprem nos diz, onde Sri Aurobindo e a Mãe as procuraram: no interior profundo das células de nossos corpos.

“Entretanto, é chegada a véspera. E, à aurora…, entraremos as esplêndidas cidades.”

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *